Afinal, qual é a diferença de TED, DOC e PIX? Descubra

Afinal, qual é a diferença de TED, DOC e PIX? Descubra

Lançado no final de 2020 pelo Banco Central (BC), o sistema de pagamentos instantâneos se tornou uma das ferramentas preferidas dos correntistas brasileiros. Porém, o método ainda geram dúvidas, principalmente quando comparado com as antigas funcionalidades.

De forma geral, as três opções – PIX, TED e DOC – são oferecidas por praticamente todos os bancos e amplamente utilizadas para enviar e receber dinheiro. No entanto, há algumas características específicas no funcionamento de cada uma que podem afetar a experiência do usuário.

Quer saber mais sobre o assunto e entender as principais funcionalidades e diferenças do PIX perante outros mecanismos? Então, continue a leitura!

Afinal, o que é PIX?
Antes de entender a diferença entre PIX, TED e DOC, vamos conhecer um pouco mais sobre cada função. No método criado recentemente pelo BC, trata-se de um serviço de pagamento instantâneo, realizado via conta corrente, poupança ou conta de pagamento, transferindo valores a partir de R$ 0,01.

O PIX se destaca pela grande aceitação, inclusive para pagar corridas de Uber e até compras em ambulantes. Sem contar a rapidez no envio do dinheiro, que chega à conta em segundos.

Além disso, a transferência pode acontecer a qualquer dia e horário, mesmo que seja na madrugada de um domingo.

A gratuidade é outro atrativo, assim como a possibilidade de pagar boletos, compras e efetuar a transação usando QR Code e as chaves do PIX, em vez do número da conta e agência.

Por outro lado, as vantagens também têm sido aproveitadas para a aplicação de diversos golpes do PIX. Então, fique atento!

TED e DOC: como funcionam?
Com a chegada do PIX, métodos convencionais ficaram em segundo plano, mas não foram totalmente abandonados. Um deles é a Transferência Eletrônica Disponível (TED), que exige os dados do recebedor — conta e agência, CPF ou CNPJ, número do banco e tipo de conta.

O sistema está disponível apenas nos dias úteis, das 6h às 17h, e envia a quantia no mesmo dia, podendo demorar de minutos a horas, exceto no caso de TEDs feitas após o horário, fim de semana ou feriado, quando o dinheiro será liberado no dia útil seguinte. Não há limite de valores.

Já, ao contrário das demais alternativas, o Documento de Ordem de Crédito (DOC) possui limite de valor, permitindo enviar até R$ 4.999,99. Outra diferença é que o dinheiro cai na conta no dia seguinte e, se a transferência ocorrer após as 22h, a finalização pode demorar até mais de um dia.

Também vale ressaltar que o DOC funciona apenas nos dias úteis e exige os mesmos tipos de dados da TED para realizar a transação. Além disso, as duas operações podem ser cobradas em alguns bancos.

Entenda a diferença entre PIX, TED e DOC
As diferenças entre TED, DOC e PIX são notadas, principalmente, no prazo, limites e disponibilidade. O PIX sai em vantagem, sendo o mais rápido, permitindo enviar qualquer valor, substituir cartões físicos e realizar transferências em todos os dias e horários.

Além disso, a tecnologia possui notificações em tempo real, alertando sobre a transferência. Outro destaque é a possibilidade de enviar mensagem para o recebedor, sem qualquer custo.

Veja outras dúvidas comuns:

Qual é mais seguro, PIX, TED ou DOC?
As facilidades promovidas pelo PIX têm atraído golpistas, levando as instituições financeiras a reforçar o sistema, com a possibilidade de configurar limites. Em caso de problema envolvendo o serviço, é necessário procurar o banco para tentar reaver o valor, pois não é possível cancelar o PIX.

Já a TED e o DOC, quando agendados para o dia seguinte, podem ser cancelados antes da efetivação da transferência, apresentando uma vantagem interessante para evitar golpes e fraudes.

Quanto o PIX é mais rápido que TED ou DOC?
As transferências via PIX são instantâneas, caindo praticamente na mesma hora ou em alguns segundos. Nos outros meios, a operação pode demorar de minutos (TED) a até mais de 24 horas (DOC), dependendo do dia e do horário em que for realizada.

Qual o valor da taxa de DOC e TED?
Pagamentos via DOC e TED podem ser taxados, com o valor dependendo do banco. Por isso, é importante verificar junto à instituição financeira se há algum tipo de taxa ou pacote com transações gratuitas mensais antes de realizar a transferência por estes meios.

Com as vantagens oferecidas pelo PIX, os demais meios de pagamento aparecem como alternativas para situações específicas, como quando o método recente não está disponível ou não há urgência no envio do dinheiro.

O que achou da matéria? Esperamos que tenha sido esclarecedora, especialmente se você precisa utilizar esses serviços. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais, pois essa pode ser a dúvida de outra pessoa!

Fonte: TecMundo | 17/082022


ENTRE EM CONTATO



Rua Francisco Otaviano, 893
Jd. Chapadão, Campinas-SP
(19) 99518-7667